Fórum de Corumbá será contemplado com Projeto de Eficiência Energética

O presidente do Tribunal de Justiça, Des. Paschoal Carmello Leandro, assinou, na manhã desta terça-feira (11), o Termo de Cooperação Técnica nº 03.041/2019, com a Energisa Mato Grosso do Sul, que contempla o Fórum de Corumbá com o Projeto de Eficiência Energética da empresa. Com a parceria, os sistemas de iluminação e de condicionamento de ar do prédio serão substituídos por outros de maior eficiência e baixo consumo. No ato de assinatura, o Des. Paschoal Carmello Leandro agradeceu ao diretor-presidente da empresa, Marcelo Vinhaes Monteiro, a inclusão do Poder Judiciário no programa e destacou a importância da participação da Energisa no desenvolvimento da sociedade. Com a troca dos equipamentos, a empresa prevê uma economia de até 18% do consumo. A partir desta assinatura, em cerca de 60 dias a obra no prédio de Corumbá deve ser iniciada. O coordenador de Eficiência Energética, Emerson Rivelino, explicou que o programa destina parte da receita da empresa para conscientização sobre o uso de energia. “Essas iniciativas servem de modelos para outros consumidores e preparam as organizações para um uso mais responsável da energia elétrica”, destacou. Parte dos recursos da Energisa são investidos em ações como esta, que compra equipamentos, implementa o projeto, faz todos os testes, correções, promove treinamento operacional para habilitar técnicos, fornece material de apoio e monitora os resultados obtidos. Para esta ação, a Energisa destina, no máximo, R$ 223.733,79, já com impostos e taxas. Ao Tribunal de Justiça cabe permitir acesso, acompanhamento e disponibilização de um servidor para acompanhamento da execução dos serviços propostos. Os materiais e equipamentos retirados de operação, por meio deste programa de cooperação, são entregues necessariamente à Energisa, que providencia o descarte ecologicamente correto. O Termo assinado pelo Des. Paschoal conta também com a assinatura do diretor técnico comercial da empresa, Paulo Roberto dos Santos. Da reunião, realizada na Presidência do TJMS, participaram também os juízes auxiliares da Presidência, Alexandre Branco Pucci, Atílio César de Oliveira Júnior e Fernando Chemin Cury, o diretor-geral do TJ, Marcelo Vendas Righetti, o diretor da Secretaria de Obras, Daniel Felipe Hendges, e o diretor de Comunicação, Carlos Kuntzel.
11/06/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  42678